FESTIVAL LÍNGUA

O LÍNGUA é um certame dedicado às línguas da terra, onde o teatro comunitário e amador identitário de uma região ou de uma língua ou dialecto tenha palco. O que perdemos quando morre uma língua? A resposta a esta pergunta levou à criação deste festival: a importância do teatro como expressão de resiliência da mesma, porque quando morre uma língua, morre todo um legado outrora transmitido de geração em geração.

Este Festival pretende não só ser uma mostra de teatro, mas também um ponto de encontro multicultural para a discussão dos desafios e problemáticas que o teatro comunitário e amador apresenta neste contexto.

O LÍNGUA vai decorrer nos dias 10, 11 e 12 de Junho de 2022, no Theatro Gil Vicente e na Biblioteca Municipal, na cidade de Barcelos, e irá abrir com um espectáculo em mirandês, realizado por um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas de Miranda do Douro, em parceria com o Teatro de Balugas. Esta primeira edição contará ainda com obras teatrais em estremenho (da região espanhola da Estremadura) e em sassarese (da região italiana da Sardenha). O certame terá também debates sobre a importância do teatro como expressão para a salvaguarda e a difusão das línguas minoritárias, focando o trabalho das companhias presentes no seu território, e a apresentação do contexto cultural de cada uma das línguas desta edição, com a presença de linguistas e académicos. Haverá igualmente espaço para formação, com destaque para as oficinas sobre commedia dell’arte e criação em teatro documental.


O Clube UNESCO para a Salvaguarda do Teatro em Línguas Minoritárias, fundado no passado dia 20 de Fevereiro de 2022, e coordenado pelo Teatro de Balugas, pretende desenvolver actividades artísticas e culturais, tendo como ponto de partida a importância que o teatro, enquanto expressão oral, escrita e performativa, pode representar para a preservação e divulgação das línguas minoritárias ou em extinção. Uma língua é um dos elementos mais significativos de uma cultura e um dos responsáveis pela continuação de uma identidade. Neste sentido, o Teatro é um meio privilegiado para a salvaguarda e continuidade destes legados fundamentais.

O Festival LÍNGUA constitui o primeiro projecto deste Clube UNESCO. Os resultados deste encontro multicultural serão depois trabalhados pela equipa do referido Clube, onde está a ser criada uma base de dados sobre o Teatro em Línguas Minoritárias, compilando toda a informação sobre as Companhias participantes e os seus contextos culturais. Para esta tarefa, os contributos das associações e individualidades que participam em cada edição do Festival, ou com quem vamos desenvolvendo parcerias, são absolutamente fundamentais.

Pretende-se ainda desenvolver iniciativas que contribuam para celebração da Década das Línguas Indígenas 2022-2032, promovida pela UNESCO, e da qual o Festival LÍNGUA tem o apoio institucional.

O Clube UNESCO para a Salvaguarda do Teatro em Línguas Minoritárias irá continuar com eventos e actividades diversificadas e complementares ao âmbito teatral, para além da sua principal missão.


PROGRAMA | LÍNGUA – FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO EM LÍNGUAS MINORITÁRIAS


[TEATRO]

CUONTAS MIRANDESAS
Espectáculo em língua mirandesa
Alunos do Agrupamento de Escolas de Miranda do Douro (PT)
10 JUN. SEX – 17h00 | Todo o público
Theatro Gil Vicente – Barcelos [bilheteira: https://gilvicente.bol.pt/]

FOZZIA LÉSTHRA ZIA CICCITA
Espectáculo em língua sassarese
Compagnia del Teatro Sociale Paco Mustèla (IT)
10 JUN. SEX – 21h30 | Todo o público
Theatro Gil Vicente – Barcelos [bilheteira: https://gilvicente.bol.pt/]

BRUXAS
Espectáculo em língua estremenha
De La Burla Teatro (ES)
11 JUN. SÁB – 21h30 | Todo o público
Theatro Gil Vicente – Barcelos [bilheteira: https://gilvicente.bol.pt/]


[INVESTIGAÇÃO]

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE TEATRO EM LÍNGUAS MINORITÁRIAS
[programa completo abaixo]
11 JUN. SÁB – 09h30 ∙ 17h00

Biblioteca Municipal de Barcelos [Participação gratuita. Inscrições limitadas e obrigatórias em: https://shre.ink/yGI]

MARCO NEVES Professor Universitário | DUARTE MARTINS Professor de mirandês | ALCIDES MEIRINHOS ALCM | ÁNGEL TIEMBLO, DANIEL GORDO e JUAN PEDRO SÁNCHEZ OSCEC | IRENE SÁNCHEZ FRONTESPO | MARCELLO PALIMODDE UILT Sardegna | ALED RHYS-JONES AITA/IATA | PAOLO ASCAGNI UILT | MARTÍ PERAFERRER FITAG | GIACOMO SERRELI e LEONARDO MARRAS Fondazione Maria Carta | DE LA BURLA TEATRO | COMPAGNIA DEL TEATRO SOCIALE PACO MUSTÈLA | TEATRO DE BALUGAS | CLUBE UNESCO PARA A SALVAGUARDA DO TEATRO EM LÍNGUAS MINORITÁRIAS


[FORMAÇÃO]

“NÉ NOI, NÉ GLI ALTRI: IL CORPO, LA MASCHERA, LA SCENA”
Oficina sobre commedia dell’arte

Dirigida por Francesco Facciolli e Scilla Sticchi (IT)
12 JUN. DOM – 09h00 ∙ 13h00
Theatro Gil Vicente – Barcelos [Participação gratuita. Inscrições limitadas e obrigatórias através do email: info@teatro-de-balugas.pt]

“EU USO TERMOTEBE E O MEU PAI TAMBÉM”

Oficina de criação em teatro documental
Dirigida por Ricardo Correia/Casa da Esquina (PT)
12 JUN. DOM – 09h00 ∙ 13h00
Theatro Gil Vicente – Barcelos [Participação gratuita. Inscrições limitadas e obrigatórias através do email: info@teatro-de-balugas.pt]

PROGRAMA | SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE TEATRO EM LÍNGUAS MINORITÁRIAS


11 de Junho | Sábado | Biblioteca Municipal de Barcelos


O LÍNGUA – Festival Internacional de Teatro em Línguas Minoritárias é um certame internacional e tem como objectivo a reflexão artística e identitária relativamente ao Teatro Amador como meio de preservação e afirmação das línguas minoritárias.

O Teatro, enquanto expressão oral, escrita e performativa, constitui-se como um meio privilegiado para a salvaguarda das línguas ameaçadas de extinção, ou cuja continuidade se encontra comprometida.

Considerámos, neste sentido, oportuno, e igualmente necessário, reunir neste evento experiências académicas, associativas, artísticas e educativas para alcançar um compromisso entre a teoria e a prática: um debate que se pretende pragmático no alcance da construção do(s) caminho(s) que o Teatro Amador enquanto meio de salvaguarda e difusão destas línguas deve tomar. As línguas integrantes desta edição são, assim, as protagonistas do simpósio e, naturalmente, os contextos culturais e comunidades integrantes dos mesmos. Pretende-se ainda iniciar um corpus de conhecimento neste âmbito, sendo que os resultados do simpósio serão publicados em versão bilingue (idiomas originais e a sua tradução para português) e integrarão uma base de dados do Teatro Amador em Línguas Minoritárias.

O debate, com moderação de Marco Neves, professor na Universidade Nova de Lisboa, conta com a participação, entre outros convidados, do linguista Ángel Tiemblo, especialista na língua estremenha, Giacomo Serreli, jornalista e especialista em cultura sarda, dedicado também ao estudo da evolução das línguas da Sardenha e Marcello Palimodde, presidente da UILT Sardegna. Teremos também Duarte Martins, professor e autor de livros em mirandês, Alcides Meirinhos, representante da ALCM – Associaçon de la Lhéngua i Cultura Mirandesa, e Irene Sánchez, investigadora da Universidad de Alcalá e representante do projecto FRONTESPO – Frontera hispano-portuguesa: documentación lingüística y bibliográfica.

A segunda parte do debate contará com a presença de agentes culturais ligados ao Teatro e às línguas minoritárias. Entre estes, estará presente Martí Peraferrer, director artístico do FITAG – Festival Internacional de Teatre Amateur de Girona, Daniel Gordo e Juan Pedro Sánchez, representantes do OSCEC – Órganu de Siguimientu i Cordinación del Estremeñu i la su Coltura, Paolo Ascagni, presidente da UILT – Unione Italiana Libero Teatro (associação que conta com companhias associadas que fazem teatro em línguas minoritárias no contexto italiano), Leonardo Marras, representante da Fondazione Maria Carta, que promove a valorização das tradições e identidade cultural da Sardenha, incluindo as suas expressões linguísticas, e também Aled Rhys-Jones, presidente da AITA, International Amateur Theatre Association, falante da Língua Galesa (Welsh), que desenvolve ainda trabalhos teatrais ligados às línguas minoritárias.

PROGRAMA

8.30 – 9.30 Recepção/Registo dos Participantes

9.30 – 9.45 Abertura do Simpósio pelos directores do Festival (Cândido Sobreiro e Cristina Faria)

PARTE I

Moderação: Marco Neves
Tradutor e professor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – NOVA FCSH (Portugal)

9.45 – 10.00
Duarte Martins
Escritor e professor de mirandês do Agrupamento de Escolas de Miranda do Douro (Portugal)

10.00 – 10.15 Alcides Meirinhos
Direcção da ALCM – Associaçon de Lhéngua i Cultura Mirandesa (Portugal)

10.15 – 10.30
Ángel Tiemblo e Daniel Gordo
Linguista (Espanha) | Representante do OSCEC – Órganu de Siguimientu i Cordinación del Estremeñu i la su Coltura (Espanha)

10.30 – 11.00 Pausa para café

11.00 – 11.15 Irene Sánchez
Investigadora do projecto FRONTESPO – Frontera hispano-portuguesa: documentación lingüística y bibliográfica | Universidad de Alcalá (Espanha)

11.15 – 11.30
Giacomo Serreli
Jornalista e especialista na cultura popular sarda/Fondazione Maria Carta (Itália)

11.30 – 11.45
Marcello Palimodde
Presidente da UILT Sardegna (Unione Italiana Libero Teatro) (Itália)

12.00 – 12.30 Debate

12.30 – 14.00 Almoço

PARTE II

Moderação: Cândido Sobreiro e Cristina Faria (Teatro de Balugas e Clube UNESCO para a Salvaguarda do Teatro em Línguas Minoritárias)

14.00 – 16.00 Conversa com Duarte Martins sobre o espectáculo em mirandês, com as companhias Paco Mustèla e De La Burla Teatro e e os agentes culturais convidados: Aled Rhys-Jones, Presidente da AITA/IATA, International Amateur Theatre Association (Reino Unido); Paolo Ascagni, Presidente da UILT – Unione Italiana Libero Teatro (Itália); Martí Peraferrer, Director Artístico do FITAG – Festival Internacional de Teatre Amateur de Girona (Espanha); Leonardo Marras, Representante da Fondazione Maria Carta (Itália); Daniel Gordo e Juan Pedro Sánchez, Representantes do OSCEC – Órganu de Siguimientu i Cordinación del Estremeñu i la su Coltura (Espanha)

16.00 -16.30
Debate

16.30 – 17.00 Conclusões e Sessão de Encerramento


Acompanhe o festival nas redes sociais:

https://www.facebook.com/FestivalLingua/

https://www.instagram.com/festival_lingua/