PALCO DE TERRA

PALCO DE TERRA [Festival de Teatro]

Festival de Teatro em Balugães adiado 2021

A caminho da sua quinta edição, o festival de teatro PALCO DE TERRA organizado pelo Teatro de Balugas, face à incerteza sobre a situação atual e dos próximos meses, despoletada pelo surto de COVID-19, foi adiado para 2021, adiando também a apresentação da sua reestruturação para esta edição. O novo festival de teatro em Balugães (Barcelos) passa a chamar-se LÍNGUA DE TERRA, e será um festival de teatro dedicado às línguas da terra, onde o teatro amador identitário de uma região ou de uma língua ou idioma tenham palco. O que perdemos quando morre uma língua? É a pergunta que nos levou a este novo projeto: a importância do teatro amador como resistência e sobrevivência dessa língua, porque quando morre uma língua, morre todo um património material e imaterial transmitido de geração em geração. A edição de 2021 realiza-se nos dias 23, 24 e 25 de abril de 2021.

Prémio PALCO DE TERRA

O prémio anual PALCO DE TERRA foi instituído para reconhecer e agradecer o trabalho e o esforço de pessoas e instituições no âmbito do teatro realizado no meio rural e da criação artística sobre o Minho.
Em 2019, a distinção foi atribuída, na categoria Personalidade, o encenador e ator Dantas Lima pelo trabalho desenvolvido ao longo de mais de 40 anos de teatro no Minho e, na categoria Instituição, o Núcleo Promotor do Auto da Floripes 5 de Agosto pelo trabalho desenvolvido na preservação, valorização e promoção da relíquia do teatro popular português, o Auto da Floripes.
Em 2018, a distinção foi atribuída ao Cénico Lírio do Neiva, distinguido por ser o grupo de teatro amador mais antigo do Minho em atividade, tendo sido fundado em 1933.
Em 2017, a distinção foi atribuída ao ator, encenador e dramaturgo Fernando Pinheiro, pelo trabalho desenvolvido ao longo de 50 anos de teatro no Minho.

Os comentários estão fechados.